Inovação na gestão remota do tráfego

A empresa de Matosinhos Soltráfego desenvolveu a plataforma “goTraffic – smart monitoring & controlling”, que permite às gestoras do tráfego “monitorizar remotamente o funcionamento dos semáforos, registando eventos, inoperacionalidades ou falhas de energia”. Está em fase de implementação em Matosinhos, Trofa e Valongo, segundo revelou a empresa ao Dinheiro Vivo.

Tecnicamente, o “goTraffic” é suportado por uma aplicação “web-based”, com software dedicado para a gestão dos controladores de tráfego e das intervenções técnicas, avança a empresa liderada por Carlos Oliveira, especificando que “esta é uma solução destinada a simplificar os sistemas de gestão de mobilidade nas cidades, pelo que os clientes são as autarquias, que ficam com acesso a informação detalhada e em tempo real”.

Uma das mais-valias apontadas pela empresa à nova solução tem a ver com a adaptabilidade do sistema, uma vez que “o interface de controlo e comunicação é compatível com todos os modelos [de semáforos] de diferentes fabricantes no mercado”. O “goTraffic”, desenvolvido pelas equipas próprias de engenharia e inovação, é para a empresa uma das apostas para 2017, garantindo que “mais para a frente aparecerão outras”.

A Soltráfego fechou 2016 com um volume de negócios de 5,2 milhões de euros e está a crescer a um ritmo médio de 9% nos últimos anos, com o EBITDA acima dos 11%. Reivindica ser “a empresa que em Portugal mais semáforos transformou de lâmpadas incandescentes para tecnologia LED, com mais de 70% de quota neste domínio”, uma mudança com impacto na eficiência energética.

 

Por Dinheiro Vivo, Fevereiro 2017

Voltar

Anal