3 novos centros tecnológicos em Portugal

Chamam-se I-Experience 4.0 Centers e vão ser instalados na sede da Siemens em Alfragide, no Instituto Politécnico de Leiria e na Universidade de Aveiro. Vão albergar projectos que se debrucem sobre a “Indústria 4.0”, o nome dado à iniciativa lançada pelo Governo e que tem como objectivo preparar a economia e trabalhadores portugueses para as evoluções tecnológicas que estão a mudar o mundo e para aquelas que se avizinham.

Para criar estes hubs de inovação, a empresa alemã juntou forças com as empresas portuguesas BeeVeryCreative e Cadflow que, segundo informações divulgadas em comunicado, vão disponibilizar “tecnologia de ponta” para potenciar a formação de trabalhadores, tornando-os aptos a lidar da melhor forma com a cada vez mais presente dimensão digital.

Diz a Siemens que estes centros vão estar equipados com kits de automação, programas de modelação e impressoras 3D e destinam-se “a todos aqueles que pretendam desenvolver projectos no âmbito da indústria 4.0”. As melhores ideias que saírem dos I-Experience 4.0 vão ainda poder usufruir de sessões de tutoria ou até mesmo receber ajuda financeira por parte da Siemens.

Estes centros tecnológicos surgem no âmbito da iniciativa Academia Siemens 4.0, uma das medidas anunciadas pelo Governo português e que faz parte de uma estratégia que visa tornar a economia nacional mais competitiva. A tecnológica revela também que vai participar e dar apoio à incubadora de startups que foi dada hoje a conhecer, a 4AC, que nasceu de uma aliança entre a Startup Portugal e o CEiiA, e que tem como principal papel catalisar o desenvolvimento de projetos para a “Quarta Revolução Industrial”.

Relacionado com a Indústria 4.0, a Siemens apresenta também um novo sistema operativo open-source chamado MindSphere. Assenta na cloud e foi criado especialmente para permitir que todas as empresas – independentemente da indústria em que operam ou da sua dimensão – possam optimizar os seus processos e negócios através da recolha e análise de grandes volumes de dados. Além da criação destes centros, a empresa tecnológica ainda sublinha que dispõe do programa Qualifica IT, através do qual reforça capacidades na área das TI.

 

Por Sapo, Fevereiro 2017

Voltar

Anal