Macau aposta 150 milhões em Setúbal

Foi o interesse no Casino de Tróia a justificar a deslocação da equipa de David Chow a Portugal. E aí surgiu a conclusão: não era viável investir naquela sala de jogos sem dotar Setúbal de um conjunto de infra-estruturas de apoio. É uma forma breve de contar como arranca o primeiro investimento do grupo Macau Legend Development em Portugal.

A primeira fase tem início previsto para os primeiros meses de 2017, num investimento de 150 milhões de euros. Serão construídos um hotel, um bloco com 60 apartamentos, uma marina e novas instalações para o Clube Naval Setubalense. Seguir-se-á depois uma segunda fase com mais um hotel, um "yacht club", zona de estacionamento e equipamentos culturais e comerciais. Para esta nova etapa, juntam-se cerca de mais 100 milhões de euros nas contas. A segunda fase deverá surgir no prazo de dois anos, dependendo contudo dos resultados conquistados pela primeira fase de investimento.

A aposta em Setúbal aproxima-se assim dos 250 milhões de euros investidos noutro projecto internacional recente da Macau Legend Development. O acordo para este foi fechado em Julho de 2015 e prevê o desenvolvimento de um complexo turístico em Cabo Verde. No passado dia 7 de Julho, a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, assinou em Macau o memorando de entendimento do projecto português, que irá representar a criação de três mil postos de trabalho. "É muito importante. É pôr Setúbal no mapa. Queremos cá gente de todo o mundo, não nichos de mercado", respondeu quando questionada se o foco para a região estaria agora nos turistas asiáticos.

 

Por Jornal de Negócios, Julho 2016

Voltar